Consórcio de investimento – Nine Soluções
 

O que é o consórcio de investimento?


Conheça mais sobre a modalidade de crédito que mais cresce entre os brasileiros!

O consórcio é mesmo um investimento versátil. Além de ajudar as pessoas a construir patrimônio de forma planejada e realizar sonhos — uma festa de formatura, aquela viagem de férias ou, quem sabe, até a reforma da casa —, você sabia que ainda é possível ganhar dinheiro com consórcio?

Sim, muita gente tem utilizado esse serviço para aumentar seus rendimentos. E isso está totalmente dentro das normas.

Conforme falamos no começo do post, tem muita gente que aproveita as vantagens do consórcio para ganhar dinheiro. Por ser flexível e atraente, ele ajuda muitas pessoas que querem ganhar dinheiro com a carta de crédito, e não apenas adquirir um bem ou serviço para uso particular.

Confira algumas alternativas para usar o consórcio a favor das suas finanças e, quem sabe, realizar sonhos maiores!

Vendendo cota contemplada
Uma das maneiras clássicas de negociar e ganhar dinheiro com consórcio é a venda de cotas contempladas. Funciona assim: o consorciado paga as mensalidades e, quando é contemplado, vende a cota para outra pessoa, que deseja ingressar em um consórcio, mas não quer esperar pela contemplação.

Nessa negociação, o vendedor cobra um percentual sobre o valor do crédito como ágio, além do total que já foi pago. Ou seja, o comprador paga a mais pela vantagem de entrar no grupo com a contemplação na mão. Esse é um ganho atrativo e, melhor, completamente legal. O importante é que as partes estejam cientes da negociação, valores pagos e das condições estabelecidas no plano de consórcio que será adquirido.
Comprando e alugando imóveis
Muita gente já virou proprietário de não apenas um, mas vários imóveis, apenas usando o consórcio. Quer saber o segredo? Veja bem: você adquire o primeiro consórcio e paga as parcelas até a contemplação. Quando recebe a carta de crédito, compra uma casa ou apartamento e continua honrando o pagamento das mensalidades, certo?

Acontece que, colocando o imóvel para alugar, você consegue cobrir os custos das mensalidades restantes. Ou seja, a renda do imóvel é utilizada para terminar de pagar o consórcio, e você não precisa desembolsar nada mais. Com o espaço que fica no orçamento, você pode adquirir uma nova cota e recomeçar a pagar um outro consórcio de imóvel, sem peso nas contas.

E assim, a cada vez que for contemplado, você terá um novo imóvel alugado. Quando as parcelas de cada consórcio forem quitadas, o aluguel se reverte em renda líquida, diretamente no seu bolso.
Comprando e revendendo veículos
Essa também é uma dinâmica bem comum. Você pode fazer consórcios de carros seminovos e revendê-los, usando o dinheiro para quitar o saldo devedor e as parcelas restantes. Quem já comercializa veículos sabe que volta e meia aparecem boas oportunidades de compra, com um preço bem atrativo. Assim, você compra por um valor menor e vende por um maior. Aqui, cabem duas ressalvas:

- tenha um mecânico de confiança que acompanhe você na compra para garantir que os veículos não tenham problemas ocultos;
- quite o carro na negociação, pois, enquanto o consórcio não for completamente pago, não pode ser transferido para outra pessoa.
CREDENCIAMENTO